PF indicia ministro do Turismo em inquérito sobre laranjas no PSL

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O relatório policial foi enviado nesta sexta-feira (4) ao Ministério Público (MP) de Minas Gerais. 

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foi indiciado pela Polícia Federal (PF) por suspeita dos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa. 

Álvaro Antônio é acusado de envolvimento em um suposto esquema de laranjas do Partido Social Liberal (PSL) durante as eleições de 2018.

O indiciamento serve como base para que o MP decida se oferece ou não denúncia à Justiça contra o ministro do governo Jair Bolsonaro.

Em nota, segundo o site Metrópoles, o Ministério do Turismo afirmou que o titular da pasta “segue confiante de que ficará comprovada sua inocência”.

“Álvaro Antônio ainda não foi notificado oficialmente da decisão, mas reafirma sua confiança na Justiça e reforça sua convicção de que a verdade prevalecerá e sua inocência será comprovada”, informou a pasta, em nota enviada à imprensa.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.