Português   English   Español

PF informa que fluxo de refugiados da Venezuela deve aumentar

A Polícia Federal projeta que o número de venezuelanos que atravessarão a fronteira aumentará devido à piora da crise econômica e humanitária no país vizinho.

Rosilene Santiago, chefe da Polícia Federal no estado de Roraima, disse que o número de venezuelanos que solicitaram status de refugiado subiu de 40 em 2015 para 22.000 em 2017.

O Brasil se prepara para uma alta recorde neste ano, porque mais de 20.000 pedidos foram realizados nos quatro primeiros meses de 2018.

“Tem havido vários picos e este é um deles”, disse Rosilene Santiago a jornalistas convidados pela Presidência para uma viagem ao estado. “A tendência geral é de aumento do fluxo.”

De acordo com informações da UOL:

A Venezuela, que conta com as maiores reservas de petróleo do mundo, entrou em colapso após duas décadas de corrupção e má administração, que eliminaram a maior parte da produção de petróleo do país e estimularam a hiperinflação, a escassez generalizada e os crimes violentos. Com a piora da situação, cidadãos desesperados têm fugido para outros países, inclusive para o Brasil, que nunca antes havia recebido abrigos do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

O general Eduardo Pazuello, encarregado do destacamento militar na região que controla o fluxo, classifica a situação como “estável”. Contudo, ele disse aos jornalistas que as autoridades estão melhorando os acampamentos e abrigos atuais e construindo novas instalações de recepção para que as Forças Armadas não sejam “pegas de surpresa”.

A Bloomberg conversou com dezenas de venezuelanos em Boa Vista, capital de Roraima. A maioria disse que em breve parentes e amigos que ficaram na Venezuela se encontrariam com eles no Brasil.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...