Português   English   Español

PF instaura inquérito para investigar campanhas dos presidenciáveis

PF instaura inquérito para investigar campanhas dos presidenciáveis

A Polícia Federal instaurou na manhã deste sábado (20) inquérito para investigar o disparo de mensagens pelo WhatsApp referentes aos presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

O pedido de abertura de investigação partiu da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que quer a apuração de uma eventual utilização de esquema profissional por parte das campanhas, com o propósito de propagar notícias falsas.

Fontes da Polícia Federal (PF) disseram ao jornal Estadão que as investigações não devem ser demoradas.

Dodge requisitou nesta sexta-feira (19) à PF a instauração de inquérito para apurar se empresas de tecnologia da informação têm disseminado, de forma estruturada, mensagens em redes sociais referentes a “ambos os candidatos”.

Segundo Dodge, conforme noticiou a Renova Mídia, o uso de recursos tecnológicos para propagar informações falsas ou ofensivas à honra e à imagem dos dois candidatos pode interferir na opinião de eleitores e é uma “afronta a integridade das eleições”.

Deixe seu comentário

Veja também...