Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

PF investiga fraude em compra de testes para coronavírus em Rondônia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Operação da PF investiga corrupção no Ministério do Turismo e no Sistema S
COMPARTILHE

Contratos em Rondônia são de mais de R$ 10 milhões. Investigação indica superfaturamento.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (30), a operação “Polígrafo”, que investiga possíveis esquemas de fraudes no governo de Rondônia durante a compra de 100 mil kits de testes rápidos para diagnóstico do novo coronavírus

O valor total da contratação foi de mais de R$ 10 milhões.

Treze mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Porto Velho, Itajaí (SC), Balneário Camboriú (SC) e Rio de Janeiro (RJ).

A operação da PF acontece em parceria com o MP-RO (Ministério Público de Rondônia) e a CGU (Controladoria Geral da União).

A investigação da PF identificou irregularidades na dispensa de licitação para compra dos testes, que não possuíam registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

Também chamou atenção o superfaturamento no valor de cada unidade adquirida se comparado ao preço ofertado no chamamento público da Superintendência Estadual de Licitações (Supel), destaca o jornal Poder360.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM