- PUBLICIDADE -

PF investiga fraudes no Hospital de Campanha de Aracaju

Hospital de Campanha de Aracaju
Imagem: Secom/PMA
- PUBLICIDADE -

A operação conta com a participação de dois auditores da CGU e de 50 policiais federais.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (7), uma ação para apurar irregularidades na contratação de empresa para montagem do Hospital de Campanha de Aracaju, capital do Sergipe

Batizada de operação “Serôdio”, a ação, que tem o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU), investiga direcionamento e sobrepreço na contratação de empresa por mais de R$ 3,2 milhões pela gestão municipal.

Ao todo, nove mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Aracaju e em Nossa Senhora do Socorro, município localizado na região metropolitana. 

Até o mês de junho, Aracaju havia recebido cerca de R$ 24 milhões para custear ações de combate à pandemia de coronavírus do Fundo Nacional de Saúde.

As investigações preliminares apontam que a contratação, efetuada por meio de dispensa de licitação, tinha cláusulas restritivas à competitividade e não permitia o parcelamento do objeto, o que elevou o custo, destaca a agência EBC.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -