PF investiga Lula por ‘crime contra a honra’ de Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ex-presidente foi interrogado nesta quarta-feira (19). Lula teria relacionado Bolsonaro a milícia.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, determinou que a Polícia Federal (PF) abrisse um inquérito para apurar declarações do ex-presidiário Lula da Silva contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.

A pasta informou que Lula é investigado por “possível crime contra a honra do presidente da República”.

Em nota à imprensa, a PF informou:

“A solicitação, recebida pela PF, se restringia ao pedido de apuração de declarações que poderiam caracterizar, em tese, crime contra a honra do atual Senhor Presidente da República. No relatório já encaminhado ao Poder Judiciário, resta demonstrado a inexistência de qualquer conduta praticada, por parte do investigado, que configure crime previsto na Lei de Segurança Nacional.”

Em discurso no dia 9 de novembro de 2019, um dia após deixar a Superintendência da PF em Curitiba, Lula afirmou que Bolsonaro governava para milicianos.

Devido às investigações, Lula foi interrogado pela PF, nesta quarta-feira (19), no aeroporto de Brasília.

O depoimento à PF foi revelado pelos deputados Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente nacional do PT, e Paulo Pimenta (PT-RS), que acompanharam Lula, informa o site Poder360.

Abaixo você pode conferir o despacho de Moro:

Imagem: Reprodução/O Antagonista

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.