PF investiga se Michel Temer usou imóveis para lavar dinheiro de propina

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.
Capa: Jorge William / Agência O Globo

Polícia Federal suspeita que o presidente Michel Temer (MDB) lavou dinheiro de propina por meio do pagamento de reformas em casas de familiares.

Investigadores da PF apuram se Michel Temer lavou dinheiro de propina através do pagamento de reformas em casas de familiares, além de ter ocultado bens dissimulando transações imobiliárias em nomes de terceiros.

A informação foi publicada pela Folha de S.Paulo. Segundo a reportagem, alguns dos donos desses imóveis são Marcela Temer, mulher do presidente e o filho do casal.

Temer teria recebido, em 2014, ao menos R$ 2 milhões em propinas por meio do coronel João Baptista de Lima Filho, seu amigo. Nesse mesmo ano, diz a “Folha”, duas reformas foram feitas, em valores semelhantes, em propriedades de Maristela Temer, filha do presidente, e da sogra dele, Norma Tedeschi.

O presidente do Brasil, Michel Temer, nega qualquer irregularidade.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque