PF mira desvios de verbas do combate à pandemia em Cabo Frio

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Assim com outros municípios, o governo do estado do Rio de Janeiro também convive com as suspeitas de fraudes na Saúde.

A Polícia Federal (PF) foi às ruas, na manhã desta segunda-feira (15), para cumprir 30 mandados de busca e apreensão como parte da operação “Exam”. 

O objetivo da ação¹ é investigar desvios de recursos na área da saúde em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, que afetaram diretamente o combate à pandemia de coronavírus no município.

A operação teve o apoio do Ministério Público Federal (MPF) e da Controladoria-Geral da União (CGU). 

Ao todo, foram mobilizados cerca de 90 agentes da PF para cumprir os mandados, que não se limitaram a endereços apenas em Cabo Frio.

Entre os alvos dos mandados, estão três órgãos públicos, 11 empresas e 14 pessoas físicas. 

As investigações preliminares da PF apontam que as fraudes podem ter causado um prejuízo de mais de R$ 7 milhões aos cofres públicos de Cabo Frio.

Referências: [1]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.