PF mira grupo criminoso que planejava mortes de policiais

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A quadrilha foi alvo de uma operação da Polícia Federal (PF). A quadrilha agia na região de Tocantina.

Além de traficar drogas e armas, o grupo criminoso do Maranhão tinha um setor responsável por planejar mortes de policiais, agentes penitenciários e integrantes de facções inimigas.

As investigações da Operação Letum, da Polícia Federal (PF), tiveram início com a apuração de um assassinato em junho, que levaram à identificação de um braço da quadrilha responsável por eliminar rivais.

Os investigadores identificaram aproximadamente 20 casos de homicídios cometidos pelo grupo, informa o site UOL.

Cerca de 100 policiais federais cumpriram 30 mandados de prisão preventiva e 25 de busca e apreensão em cidades do Maranhão, Tocantins e Mato Grosso do Sul. As ordens judiciais foram emitidas pela 1ª Vara Criminal da capital maranhense.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.