Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PF mira hackers suspeitos de vazar dados de Bolsonaro

Hackers implicam 'O Antagonista' e 'Crusoé' em depoimento à PF
COMPARTILHE

“Colocou bastante em risco à segurança, inclusive a segurança nacional”, diz superintendente da PF.

A Polícia Federal (PF) realizou, nesta sexta-feira (26), a operação “Capture The Flag“, que mira hackers suspeitos de invadirem sistemas informatizados de órgãos públicos.

O grupo cibercriminoso obteve, de forma ilícita, dados do presidente da República, Jair Bolsonaro, e de militares do Rio de Janeiro.

Além disso, os hackers teriam obtido dados bancários da família do presidente e outras informações pessoais.

O superintendente da PF no RS, José Antônio Dornelles de Oliveira, declarou:

“Publicavam esses dados em páginas de redes sociais. No caso dos militares, foram dados pessoais, residências, telefones, tudo o que o cara tem na ficha funcional dele, em tese, foi invadido por eles.”

Dornelles de Oliveira acrescentou:

“Órgãos públicos, prefeituras, câmaras, colocou bastante em risco à segurança, inclusive a segurança nacional, uma coisa que vai ser analisada ainda no andamento do inquérito.”

Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas casas dos suspeitos: um jovem de 19 anos, de Nova Bassano (RS), um adolescente de 17, de Porto Alegre (RS), e outro de 17, de Fortaleza (CE).

Referências: [1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE