Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PF transfere três acusados de hackear autoridades para presídios

PF transfere três acusados de hackear autoridades para presídios
COMPARTILHE

A transferência dos presos é contestada pelos advogados. Apenas o hacker “Vermelho” permanece na Superintendência da PF em Brasília.

Três dos quatro presos pela Polícia Federal (PF) sob acusação de invadir celulares de autoridades do Brasil foram transferidos para presídios.

O DJ Gustavo Henrique Elias Santos e o motorista Danilo Marques foram transferidos para a Papuda. Já Suelen Priscila de Oliveira, companheira de Gustavo, foi transferida para o presídio feminino Colmeia, em Brasília.

O único preso que continua na Superintendência da PF no Distrito Federal é Walter Delgatti Neto, que confessou ter hackeado contas de autoridades no Telegram, inclusive do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Os quatro acusados foram presos no dia 23 de julho na Operação Spoofing e tiveram as prisões temporárias convertidas em preventivas pelo magistrado Valisney Oliveira nesta quinta-feira (1º).

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE