Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PGR abre ‘apuração preliminar’ sobre pagamentos em espécie de Eduardo

PGR abre 'apuração preliminar' sobre pagamentos em espécie de Eduardo
Imagem: Divulgação/ANSA
COMPARTILHE

Os pagamentos teriam sido feitos na compra de dois imóveis na zona sul do Rio de Janeiro.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, informou o Supremo Tribunal Federal (STF) que abriu uma apuração preliminar para investigar pagamentos em espécie feitos pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Os pagamentos teriam sido feitos na compra de dois imóveis na zona sul do Rio de Janeiro, entre 2011 e 2016.

A manifestação foi enviada na última sexta-feira (18) em pedido de abertura de inquérito movido por um advogado.

A PGR, no entanto, negou a abertura do inquérito, alegando que o advogado não tem legitimidade para solicitá-lo.

Contudo, Aras informou que uma notícia de fato foi instaurada na Procuradoria “a fim de viabilizar a apuração preliminar dos fatos e suas circunstâncias”.

“Caso, eventualmente, surjam indícios razoáveis de possíveis práticas delitivas por parte do requerido, que teve seu primeiro mandato como Deputado Federal iniciado em 1º de janeiro de 2015, será requerida a instauração de inquérito nesse Supremo Tribunal Federal”, afirmou o PGR.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
3 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
ZENITE SOARES SOUSA
ZENITE SOARES SOUSA
25 dias atrás

A família Bolsonaro gosta de por a mão no cascalho.Cadê Queiroz?

Brasil conservador é covarde até o talo.
Brasil conservador é covarde até o talo.
25 dias atrás

Fico feliz de viver no Brasil, aqui o rabo abana o boi. O PGR apura coisas de 2011 e não age contra pitarias atuais.
Ainda bem q sou rico.

Vicente
Vicente
25 dias atrás

Hoje, essa corja abre processo contra direita e gente de Bolsonaro até mesmo sem prova nenhuma. Eles abrem procedimento para buscar as provas, se encontrarem bem, se não, desculpa ai meu! Enquanto no STF, ele, o PGR fica pianhinho, não fala nada.

PUBLICIDADE