- PUBLICIDADE -

PGR denuncia Paulinho da Força por propina da Odebrecht

Relatório da PF aponta repasses de R$ 1,8 mi a Paulinho da Força
Imagem: Nelson Antoine/ Fotoarena/VEJA

- PUBLICIDADE -

Denúncia da PGR aponta que os pagamentos de propina foram feitos na própria sede da Força Sindical.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou denúncia contra o deputado federal Paulinho da Força (SD-SP) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Paulinho é acusado de ter recebido R$ 1,8 milhão de propina da empreiteira Odebrecht

A acusação foi protocolada, nesta segunda-feira (6), junto ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin.

Em troca dos pagamentos, segundo o jornal O Globo, a Odebrecht esperava obter ajuda de Paulinho para apaziguar movimentos sindicais e apoio à privatização do setor do saneamento.

De acordo com a denúncia assinada pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Maria Araújo, os pagamentos foram feitos na própria sede da Força Sindical.

Os investigadores obtiveram acesso a áudios da corretora de valores Hoya, responsável por realizar pagamentos em dinheiro vivo para a Odebrecht, e detectaram diálogos entre os entregadores de dinheiro e um assessor de Paulinho da Força, Marcelo Cavalcanti, combinando as entregas. 

Ainda na acusação, a PGR pede que Paulinho e seu assessor Marcelo Cavalcanti sejam condenados a devolver R$ 1,8 milhão aos cofres públicos e pagar um adicional de R$ 1,8 milhão a título de indenização por dano moral coletivo.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -