PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

PGR pede ao STF investigação de protestos contra ‘democracia brasileira’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“O Estado brasileiro admite única ideologia que é a do regime da democracia participativa”, afirmou Aras em seu pedido ao Supremo.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, está mirando “fatos em tese delituosos envolvendo a organização de atos contra o regime da democracia participativa brasileira”.

Aras solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (20), a abertura de um inquérito para apurar as manifestações.

“O Estado brasileiro admite única ideologia que é a do regime da democracia participativa”, afirmou Aras em seu pedido ao Supremo.

O procurador-geral não cita especificamente o presidente da República, Jair Bolsonaro, que participou de um ato em Brasília, neste domingo (19), onde alguns manifestantes pediam a intervenção militar.

A presença de Bolsonaro na manifestação gerou forte repercussão negativa entre parlamentares, ministros do STF e entidades.

Ainda na noite de ontem, a própria Procuradoria-Geral da República já havia se manifestado sobre os protestos, como noticiou a RENOVA.

Segundo o jornal Estadão, Bolsonaro não é alvo do inquérito pois até o momento não há indício de participação dele na organização dos atos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.