PGR pede apuração de violação do sigilo de Gilmar Mendes

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Inquérito apura ação de dois servidores da Receita. Dodge deixa mandato no dia 17 de setembro.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitou ao Ministério da Justiça a abertura de um inquérito policial contra dois servidores da Receita Federal suspeitos de vazar dados sigilosos do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

No pedido, Dodge sustenta que o vazamento de dados foi classificado como acidental após investigação administrativa interna.

Porém, a PGR ressalta que isso não exclui a necessidade de apuração criminal, uma vez que os dados do ministro e de qualquer contribuinte são protegidos por sigilo legal.

O mandato de Dodge na PGR termina na próxima terça-feira, 17 de setembro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, indicou para ocupar o cargo o subprocurador-geral Augusto Aras, que ainda terá que ser sabatinado e ter o nome aprovado no Senado.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.