Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PGR pede arquivamento de petição de Dilma contra Bolsonaro

Dilma não gostou de Bolsonaro lembrando seu passado guerrilheiro
COMPARTILHE

Bolsonaro fez comparação com cafetina ao se referir à Comissão da Verdade. Dilma entrou na Justiça.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou uma manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF), na última sexta-feira (31), defendendo o arquivamento de uma queixa-crime apresentada contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.

A ex-presidente da República, Dilma Rousseff (PT), entrou com um pedido de investigação contra Bolsonaro em razão de uma postagem no Twitter. 

Aras disse que os comentários citados por Dilma não têm relação com o mandato presidencial de Bolsonaro, que não pode ser responsabilizado por “atos estranhos ao exercício de suas funções”, destaca o portal R7.

“Descabe cogitar da instauração de processo criminal em face do Presidente da República, durante o mandato, por suposto crime comum que não guarda relação com as funções presidenciais”, defendeu o PGR.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários