- PUBLICIDADE -

PGR pede inquérito contra o ministro da Educação por homofobia

PGR pede inquérito contra o ministro da Educação por homofobia
- PUBLICIDADE -

Vice-PGR acredita que o ministro do MEC pode ser enquadrado no crime de preconceito.

O vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de um inquérito contra o ministro da Educação, Milton Ribeiro, por homofobia. 

Jacques de Medeiros se baseou em declarações dadas nesta semana pelo ministro em entrevista ao jornal Estadão.

Durante a entrevista, Ribeiro disse que jovens homossexuais são consequência de “famílias desajustadas”:

“Acho que o adolescente que muitas vezes opta por andar no caminho do homossexualismo tem um contexto familiar muito próximo, basta fazer uma pesquisa. São famílias desajustadas, algumas. Falta atenção do pai, falta atenção da mãe. Vejo menino de 12, 13 anos optando por ser gay, nunca esteve com uma mulher de fato, com um homem de fato e caminhar por aí.”

O ministro, que também é pastor presbiteriano, afirmou que “não concorda” com quem “opta por ser homossexual” e defendeu que que discussões sobre gênero não ocorram nas escolas.

No pedido de investigação, segundo o site Congresso em Foco, o vice-PGR disse que Ribeiro “fez afirmações ofensivas à dignidade do apontado grupo social.”

O vice-procurador também pediu autorização para que a Polícia Federal (PF) tome o depoimento do titular do MEC. A decisão caberá ao ministro Dias Toffoli, que foi sorteado relator.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -