Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PGR pede reinclusão da delação de Palocci em processo contra Lula

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Palocci diz que Lula recebeu dinheiro vivo da Odebrecht
COMPARTILHE

Subprocuradora recorre e pede reinclusão da delação de Palocci em processo contra Lula.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) recorreu da decisão da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que retirou a delação do ex-ministro Antonio Palocci da ação em que o ex-presidente e ex-presidiário Lula da Silva (PT) é acusado de receber imóvel de R$ 12 milhões da empreiteira Odebrecht para sediar o Instituto Lula.

Na decisão em questão, os ministro Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes consideraram que a inclusão das delações de Palocci contra Lula, dias antes da eleição de 2018, representou quebra de imparcialidade de Sergio Moro, ex-juiz da operação “Lava Jato”.

Em recurso enviado ao STF, a subprocuradora Lindôra Araújo, chefe da Lava Jato na PGR, afirmou que a inclusão da delação não trouxe prejuízos para Lula, uma vez que Moro determinou que ela não fosse usada na sentença.

A subprocuradora, entretanto, defendeu a reinserção para que, em caso de condenação de Lula, Palocci garanta os benefícios previstos em seu acordo de colaboração.

“É providência indispensável para que, por ocasião da sentença, sejam aplicadas as sanções pactuadas com o colaborador, réu no referido processo”, afirmou Lindôra, segundo o blog Antagonista.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram