- PUBLICIDADE -

PGR quer repasse de R$ 1,6 bi da Lava Jato para combate ao coronavírus

Aras pede ao STF para revogar liminar que paralisa investigações
Imagem: Rosinei Coutinho/SCO/STF

- PUBLICIDADE -

“Esse cenário, portanto, exige que ações emergenciais e extraordinárias sejam adotadas”, diz Aras sobre coronavírus.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu, nesta quinta-feira (19), que R$ 1,6 bilhão recuperados pela operação “Lava Jato” sejam destinados ao Ministério da Saúde para o combater a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com Aras, o valor refere-se ao montante que seria destinado para a área da Educação, mas ainda não foi utilizado. A decisão cabe ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, relator do caso.

Segundo o portal R7, Aras declarou:

“Esse cenário, portanto, exige que ações emergenciais e extraordinárias sejam adotadas com o fim não apenas de conter a propagação e contágio do vírus, mas também de cuidar dos doentes e públicos prioritários.”

Em agosto de 2019, um acordo homologado por Moraes estipulou que R$ 2,6 bilhões do fundo seriam divididos: R$ 1,6 bilhão seriam destinados a ações voltadas ao incentivo à educação e R$ 1 bilhão para a proteção ao meio ambiente.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -