Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

PGR reconhece que alvos não acessaram inquérito das fake news

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
ANPR diz que Aras na PGR é 'retrocesso democrático'

Apesar deste “detalhe” de extrema importância, Aras defendeu a continuidade da investigação sob essa condição.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, reconheceu, em parecer, que os alvos do controverso inquérito das fake news do Supremo Tribunal Federal (STF) ainda não conseguiram saber o que há contra eles.

No parecer, após lembrar o resultado do julgamento, Aras declarou:

“É direito das defesas dos pacientes que lhes seja deferido o acesso aos autos, exclusivamente com relação ao Apenso que diz respeito a cada um deles, para que possam as defesas constituídas se desincumbirem de seu ônus de representar adequadamente os investigados.”

Relator de um habeas corpus sobre o caso, o ministro Edson Fachin comunicou a situação ao relator do inquérito, Alexandre de Moraes

“Entendo necessário reiterar a solicitação de informações ao ministro Alexandre de Moraes”, despachou nesta quarta-feira (24).

Confira a íntegra do parecer da PGR clicando AQUI.

Imagem: Reprodução/Twitter

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email