- PUBLICIDADE -

PGR recorre de decisão que barrou acesso a dados da Lava Jato

Aras adia cortes de assessores da PGR ligados a Lava Jato
Imagem: Antonio Augusto / Secom/PGR

O vice-PGR disse que não há intenção em fazer “devassa de documentos” da Lava Jato.

- PUBLICIDADE -

A Procuradoria Geral da República (PGR) recorreu, nesta sexta-feira (7), ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão que impediu a entrega de todas as bases de dados das investigações realizadas pelas forças-tarefas da operação “Lava Jato“.

O vice-procurador geral, Humberto Jacques de Medeiros, pede que o ministro Edson Fachin reveja sua decisão ou leve o caso para julgamento no plenário da Corte.

Na petição, Medeiros diz que os integrantes das forças-tarefas são designados pela PGR. Dessa forma, os procuradores não podem reter informações sobre as investigações em andamento, informa o site Poder360.

Na segunda-feira (3), Fachin revogou a liminar proferida em julho pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, autorizando a PGR a realizar a cópia dos dados das forças-tarefas.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -