Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Piauí confirma primeira morte no Brasil por Febre do Nilo Ocidental

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Piauí confirma primeira morte no Brasil por febre do Nilo ocidental
COMPARTILHE

O caso foi notificado em 2017, mas os laudos conclusivos foram liberados somente agora. Este foi o primeiro registro de morte pela doença no País.

O governo do Piauí confirmou, nesta quarta-feira (24), que uma idosa moradora de Piripiri morreu ao contrair febre do Nilo Ocidental (FNO).

No Piauí, outras duas pessoas foram infectadas pelo vírus e sobreviveram, informa o site UOL.

A primeira ocorrência foi em 2014, na cidade de Aroeiras do Itaim; e a segunda, em 2017, no município de Picos.

Em nota, o superintendente de Atenção à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), Herlon Guimarães, declarou:

“O vírus circula no Piauí e em outros Estados do Brasil, mas a Secretaria de Saúde está vigilante e atuando de acordo com o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde. Nós não possuímos nenhum caso registrado em 2018 ou em 2019. Não existem novos casos no Estado.”

A FNO é uma infecção viral causada pela transmissão de mosquitos comuns (Culex).

Assim como a dengue, a zika e a chikungunya, é uma arbovirose e só pode ser transmitida para os humanos através da picada de insetos infectados com o vírus. 

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram