Pichadores de suástica em Igreja são militantes anti-Bolsonaro

Idiomas:

Português   English   Español
Pichadores de suástica em Igreja são militantes anti-Bolsonaro
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Polícia identifica suspeitos de picharem capela com suásticas nazistas em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro.

A Polícia Civil identificou e deteve nesta quarta-feira (17) dois suspeitos, de 29 e 34 anos, de terem pichado suásticas nazistas na capela de São Pedro da Serra, distrito de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio.

Um terceiro envolvido fugiu da abordagem e depois se apresentou na delegacia com um advogado. Eles prestaram depoimento e foram liberados.

A polícia chegou até o grupo após ver as imagens de câmeras de segurança do local.

O vídeo que a polícia teve acesso também mostra os homens pichando em outros muros e calçadas próximos à capela frases contrárias ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL).

O terceiro pichador, de 24 anos, que chegou a fugir e depois se apresentou na 151ª DP. Ele já possui uma anotação criminal por desobediência.

Na casa do suspeito de 29 anos foi encontrada um pequena quantidade de maconha e ele também foi autuado por posse e uso de entorpecente.

O crime na igreja aconteceu na madrugada de domingo (14) e as pichações na fachada foram removidas nesta quarta (17).

A capela de São Pedro da Serra é a mais antiga da cidade com 150 anos. No local, existe um sino de bronze doado pelo Imperador Dom Pedro II.

 

Adaptado da fonte G1

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque