PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Pista de pouso é homologada em terra indígena no Pará

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O aeródromo Zo’é está localizado na terra indígena de mesmo nome, no município de Óbidos, no Pará.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) homologou o aeródromo Zo’é, localizado na terra indígena de mesmo nome, no município de Óbidos, no Pará.

Marcelo Torres, coordenador-geral de Índios Isolados e de Recente Contato, da Fundação Nacional do Índio (Funai), informou que a homologação da pista de pouso é um marco para a Funai e para a Frente de Proteção Etnoambiental Cuminapanema.

O transporte aéreo é a única alternativa para o acesso à Base de Proteção Etnoambiental (Bape) desta fundação.

Torres declarou:

“Com a homologação, o acesso à base passa a ser realizado de forma segura e regular. A Bape Cuminapanema é fundamental para garantir os direitos do povo Zo’é, como segurança e atendimento diferenciado à saúde.”

As pistas de pouso em terras indígenas são usadas para ações humanitárias, entre elas, a remoção emergencial de pacientes, a entrega de medicamentos e suprimentos e a mobilização de equipes de saúde, além de deslocamentos de indígenas em busca de serviços como operações bancárias e comerciais.

As pistas também são importantes para as ações de órgãos ambientais e de segurança pública.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.