Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Pistola d’água em batismos ficou comum na pandemia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Pistola d'água em batismos ficou comum na pandemia
COMPARTILHE

Religiosos encontraram nas armas de brinquedo uma ferramenta para fazer batismos sem desrespeitar o distanciamento social.

Padres apontando brinquedos para fiéis era uma cena inimaginável até antes da chegada da pandemia do novo coronavírus

Nas últimas semanas, as redes sociais estão viralizando muitas imagens assim: líderes religiosos apontando armas de brinquedo para crianças e fiéis. 

Sacerdotes dos mais variados lugares encontraram nas pistolas d’água uma ferramenta eficaz para realizar batismos e bênçãos sem abrir mão do distanciamento social utilizado para combater a Covid-19.

Apesar de ter viralizado recentemente, a técnica já vem sendo utilizada há meses, como noticiou a RenovaMídia

O padre, que comanda uma paróquia no Michigan há 30 anos, adaptou-se aos tempos de coronavírus. Equipado com máscara, viseira e luvas, o padre Tim Pelc cumpriu as regras recomendadas pelas autoridades de saúde, sem deixar uma tradição local morrer.

Padre Tim Pelc em Michigan, nos EUA – 19/05/2020
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM