Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘PL da Censura’ propõe até a retirada de redes sociais do ar

Senado conclui votação da reforma da Previdência
COMPARTILHE

Relatório contra fake news propõe pena de até cinco anos para financiadores. Limita envios nas eleições. Prevê multa para provedores.

O Senado Federal pretende votar, nesta terça-feira (2), o “PL da Censura”, que usa um suposto combate às fake news para atacar a liberdade de expressão no Brasil.

A minuta do relatório¹ propõe prisão de 1 a 5 anos para financiadores de crimes contra a honra e discursos de ódio na internet. 

Já os provedores de plataformas podem sofrer multas de R$ 10 bilhões e até terem seus sites retirados completamente do ar.

Ainda de acordo com o texto, os provedores deverão identificar² as contas solicitando documentos como CPF e RG para que as pessoas tenham direito a criar perfis na rede. 

O relatório ainda propõe³ a criação de “crimes contra a honra na internet”, com pena de reclusão de três a seis anos, além de multa.

O PL da Censura ainda quer criar um sistema de pontuação para medir o comportamento dos cidadãos nas redes sociais.

O documento ainda é preliminar, isto é, pode sofrer alterações até a hora da votação marcada para às 16h. 

Referências: [1][2][3][4]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários