Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Plebiscito no Peru proíbe reeleição de deputados

Plebiscito no Peru proíbe reeleição de deputados
COMPARTILHE

Um plebiscito realizado no Peru modificou partes importantes do sistema político do país sul-americano.

Os primeiros resultados oficiais do plebiscito realizado neste domingo (9) no Peru confirmaram a aprovação da reforma do Judiciário, do controle do financiamento de partidos políticos e da não reeleição de congressistas, bem como a rejeição da formação de um parlamento com duas câmaras.

Os primeiros dados oficiais do plebiscito convocado pelo presidente Martín Vizcarra mostravam que 79,24% dos votos foram a favor do fim da reeleição de parlamentares.

Já a proposta de restituir o sistema bicameral no Congresso, como havia pedido Vizcarra, foi rejeitada por 88,66% dos votos.

Esta será a primeira vez que se reformará, por meio de plebiscito, a Constituição em vigor desde 1993.

Para Vizcarra, o referendo “é o começo de uma mudança que buscamos para o Peru e todos os peruanos”, disse ele durante uma reunião com ministros no encerramento da votação.

Vizcarra assumiu o poder após a renúncia de Pedro Pablo Kuczynski em março e viu sua popularidade aumentar desde que assumiu a luta contra a corrupção como prioridade.

O atual presidente peruano chegou a ameaçar dissolver o Congresso caso não houvesse plebiscito.

Adaptado da fonte Estado de Minas

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários