Plebiscito no Peru proíbe reeleição de deputados

Idiomas:

Português   English   Español
Plebiscito no Peru proíbe reeleição de deputados
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Um plebiscito realizado no Peru modificou partes importantes do sistema político do país sul-americano.


Os primeiros resultados oficiais do plebiscito realizado neste domingo (9) no Peru confirmaram a aprovação da reforma do Judiciário, do controle do financiamento de partidos políticos e da não reeleição de congressistas, bem como a rejeição da formação de um parlamento com duas câmaras.

Os primeiros dados oficiais do plebiscito convocado pelo presidente Martín Vizcarra mostravam que 79,24% dos votos foram a favor do fim da reeleição de parlamentares.

Já a proposta de restituir o sistema bicameral no Congresso, como havia pedido Vizcarra, foi rejeitada por 88,66% dos votos.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Esta será a primeira vez que se reformará, por meio de plebiscito, a Constituição em vigor desde 1993.

Para Vizcarra, o referendo “é o começo de uma mudança que buscamos para o Peru e todos os peruanos”, disse ele durante uma reunião com ministros no encerramento da votação.

Vizcarra assumiu o poder após a renúncia de Pedro Pablo Kuczynski em março e viu sua popularidade aumentar desde que assumiu a luta contra a corrupção como prioridade.

O atual presidente peruano chegou a ameaçar dissolver o Congresso caso não houvesse plebiscito.

Adaptado da fonte Estado de Minas

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...