Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

‘Poder inicia no cano do fuzil’, diz Jefferson em recado ao STF

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Roberto Jefferson vira réu por organização criminosa
COMPARTILHE

O ex-deputado criticou o STF e alertou Bolsonaro que “só se detém um golpe pela força”.

Roberto Jefferson, presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), enviou um recado, nesta quarta-feira (13), aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Em entrevista à Rádio Gaúcha, Jefferson disse que o “poder não inicia na toga”, mas “no cano do fuzil”:

“Eles [os ministros do STF] estudaram Mao Tsé-Tung. Então, todos eles sabem que o poder não inicia na toga. O poder inicia no cano do fuzil. Só que eles estão desafiando o que eles aprenderam na escola de progressista.”

O ex-deputado disse ainda que se o presidente da República, Jair Bolsonaro, tiver interferido politicamente na Polícia Federal (PF), “era um direito dele”.

Jefferson ainda teceu duras críticas ao ex-ministro Sergio Moro, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o ministro Celso de Mello, do STF:

“Ele quer mostrar que a toga é mais forte do que o fuzil. É um desafio que ele está fazendo aos militares, tentando humilhá-los”, disse Jefferson sobre o decano no STF.

Jefferson defendeu o que chamou de “ação cirúrgica” no STF, com a demissão dos 11 magistrados. 

O ex-deputado alertou que “é preciso uma reação agora”, “com Bolsonaro à frente”, “uma reação de força”, porque “só se detém um golpe pela força”.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.