Polícia declara centro de cidade alemã como “área de risco”

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A polícia declarou o centro da cidade de Flensburg como “perigoso” e introduziu novas checagens preventivas algumas semanas após a chanceler Angela Merkel admitir a existência de zonas proibidas (no-go zones) na Alemanha.

A polícia adotou novas medidas para tentar conter a crescente violência de gangues que tem sido um problema significativo no centro de Flensburg desde o começo do ano, noticiou a NDR, emissora alemã.

O novo programa permite que os policiais parem qualquer um que esteja na área, forcem a pessoa a se identificar e os autoriza a fazer buscas em mochilas e outros pertences sem precisar de um mandado. As medidas foram planejadas para durar pelas próximas quatro semanas, mas podem ser estendidas caso necessário.

Uma das principais razões para o início do programa é uma feira que acontecerá este final de semana. A polícia diz que está focada em prevenir a violência e outros crimes antes do evento.

O número de roubos, furtos e assaltos violentos no centro da cidade vem crescendo desde o começo do ano e muitos são atribuídos às gangues rivais que operam na cidade. Na semana passada, essas gangues organizaram um “evento” que envolveu 50 jovens entre 14 e 21 anos e ele foi considerado o maior ato de violência na cidade este ano.

A existência de áreas de risco, comumente citadas como áreas proibidas, tem sido negada pela mídia tradicional e na política; mas numa jogada inesperada no final do mês passado, a chanceler alemã, Angela Merkel, admitiu que tais áreas existem no país.

“Alguém tem que dar nome aos bois [tradução livre] e tomar uma atitude contra eles,” disse Merkel.

Áreas como Alexanderplatz, em Berlim, e Eberplatz, em Colônia, foram marcadas como proibidas por causa da grande presença de criminosos, incluindo pessoas em busca de asilo e outros imigrantes que traficam, furtam e roubam pessoas nestas áreas.

 

Traduzido e adaptado de: [NDR]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.