Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Polícia da Bolívia prende 33 juízes eleitorais por fraudes

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Polícia da Bolívia prende 33 juízes eleitorais por fraudes
COMPARTILHE

Apuração que deu a vitória a Morales contra Carlos Mesa, já no primeiro turno, foi invalidada pela OEA.

A polícia da Bolívia prendeu 33 juízes eleitorais após receber ordem da Procuradoria boliviana.

Os mandados de prisão foram expedidos após a auditoria da Organização dos Estados Americanos (OEA) ter encontrado irregularidades na eleição geral de 20 de outubro, que terminou com a contestada vitória do agora ex-presidente Evo Morales.

O procurador-geral, Juan Lanchipa, informou que os 33 detidos são “vogais do Tribunal Supremo Eleitoral ou dos tribunais eleitorais dos nove departamentos do país”.

De acordo com o procurador, os detidos “são investigados por conduta antieconômica, prevaricação, manipulação de informação e alteração de dados, entre outros crimes ligados aos resultados das eleições nacionais”.

A procuradoria realizou operações em todo o país, com o apoio da polícia, para deter os juízes, muitos ainda não encontrados, informa a agência AFP.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.