Português   English   Español
Português   English   Español

Polícia de Cuba prende ativistas após cancelar parada LGBT

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Polícia de Cuba prende ativistas após cancelar parada LGBT

Ao menos três ativistas dos direitos LGBT foram presos em Cuba durante protesto no último sábado (12).

A polícia de Cuba interrompeu uma marcha pelos direitos LGBT, que fora organizada como protesto pelo cancelamento do desfile contra a homofobia, patrocinado anualmente pela ditadura e cancelado esta semana pelas autoridades do país.

Aos gritos de “sim, é possível!”, os cerca de 100 manifestantes conseguiram caminhar apenas 400 metros pela famosa avenida Paseo del Prado, no centro histórico de Havana, antes de serem dispersados pela polícia, informa o UOL.

O ativistas protestaram contra o cancelamento da tradicional “conga”, organizada anualmente há mais de 10 anos, no Dia contra a Homofobia, pelo Centro Nacional de Educação Sexual (Cenesex), sob o patrocínio do Ministério da Saúde cubano. Ao menos três ativistas foram presos.

O cancelamento coincide com as medidas de austeridade anunciadas pelo regime de Cuba, incluindo racionamento de produtos básicos, como noticiou a RENOVA.

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: