- PUBLICIDADE -

Polícia de Hong Kong expulsa manifestantes do Parlamento

Polícia de Hong Kong expulsa manifestantes do Parlamento
- PUBLICIDADE -

As autoridades de Hong Kong sugerem a todos que queiram participar das manifestações que “pensem bem antes de sair de casa”.

As forças de segurança expulsaram manifestantes que invadiram o parlamento de Hong Kong, nesta segunda-feira (1º), no dia em que a cidade marca os 22 anos da devolução da então colônia britânica para a China.

Não há relatos de prisões, mas bombas de gás lacrimogêneo foram usadas dentro e fora do prédio pela polícia do país asiático.

Os manifestantes participavam de uma grande marcha contra a administração da ilha, especialmente contra uma proposta de lei que permitiria a extradição de pessoas para a China continental.

A tramitação do projeto foi suspenso pela chefe do Executivo local, Carrie Lam, mas não acalmou os ânimos da oposição, que quer o arquivamento da proposta.

A invasão aconteceu no começo da noite, pelo horário local — manhã no Brasil.

Por volta de meia-noite no horário local, 1 da tarde no horário de Brasília, a polícia entrou no prédio, expulsando os manifestantes que ainda estavam por lá, informa o jornal O Globo.

Os agentes também tentam esvaziar todas as ruas nos arredores do Parlamento.

As autoridades de Hong Kong dizem que várias regiões da cidade oferecem “ameaça elevada”, e sugerem a todos que queiram participar das manifestações que “pensem bem antes de sair de casa”.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -