Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Polícia investiga conexões terroristas de atropelamento em Toronto

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Semelhança com outros atentados terroristas na Europa e encontro de ministros do G7 na cidade levaram a hipótese de ataque extremista.

Autoridades canadenses investigam o passado e as possíveis conexões terroristas de Alek Minassian, um meliante de 25 anos que deixou pelo menos 10 mortos em atropelamento em massa nas ruas de Toronto nesta segunda-feira (23).

A polícia canadense confirmou a identidade de Minassian, detido como responsável pelo atropelamento, depois que fontes governamentais informaram a vários meios de comunicação, tanto no Canadá como nos Estados Unidos.

De acordo com informações da Exame:

O ministro de Segurança Pública do Canadá, Ralph Goodale, que qualificou o incidente como um “ataque horroroso”, o que provocou conjeturas de que o atropelamento fosse um ato terrorista, também declarou em uma coletiva de imprensa que o detido “não tem uma conexão particular com a segurança nacional”.

Por sua parte, o chefe da polícia de Toronto, Mark Saunders, acrescentou que por enquanto também não se pode descartar a motivação terrorista e que é necessário que a investigação continue para determinar com exatidão o ocorrido.

Outras fontes apontaram que o detido tem um histórico de doenças mentais, embora essa informação também não tenha sido confirmada oficialmente pelas autoridades.

O que se sabe de Minassian é que tem 25 anos de idade e nos seus perfis nas redes sociais Linkedin e Facebook afirma que é um estudante que vive em Richmond Hill, uma pequena localidade vizinha a Toronto.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM