Português   English   Español

Apoie o jornalismo independente!

Polícia registra BO por difamação contra mulher que acusou Neymar

Polícia registra BO por difamação contra mulher que acusou Neymar
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

“É, mas a polícia está comprada, né? Ou não? Ou eu estou louca?”, disse a modelo Najila sobre a atuação da Polícia no caso em que acusa Neymar de estupro.


A Polícia Civil de São Paulo registrou, nesta terça-feira (11), um boletim de ocorrência por difamação contra Najila Trindade Mendes de Souza, 26 anos, por conta de declarações feitas sobre os trabalhos da corporação no caso em que ela acusa o jogador Neymar de estupro.

Segundo o BO, o delegado José Fernando Bessa assistiu à entrevista de Najila ao jornalista Roberto Cabrini, no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

Em um dos trechos, a modelo alega que seu apartamento havia sido arrombado. O repórter, então, questiona Najila dizendo que a polícia só havia encontrado digitais dela e da empregada no apartamento, ao que ela responde:

“É, mas a polícia está comprada, né? Ou não? Ou eu estou louca?”

Por conta dessa declaração, o delegado registrou o boletim de ocorrência contra a modelo. O site Agora São Paulo apresentou um trecho do documento:

“Desta feita, analisando o teor das declarações de Najila à imprensa, sobretudo quando questionada acerca das digitais colhidas na porta de seu apartamento, verifico ter sido maculada não só a honra da Polícia CIvil como instituição […], mas, sobretudo a honra objetiva dos servidores lotados no IIRGD [Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt], responsáveis pela coleta do material papidatiloscópico [digitais].”

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...