Português   English   Español

Polícia retira mais de mil imigrantes ilegais das ruas de Paris

A operação de despejo foi iniciada por volta das 6 da manhã desta quarta-feira (30). Estrangeiros foram levados para abrigos temporários e o acampamento de rua foi destruído.

Mais de 1,7 mil imigrantes e requerentes de asilo que dormiam sob uma ponte ao longo do canal Saint-Denis, em Paris, foram retirados do local pela polícia da França em uma operação de despejo.

O local é um dos maiores acampamentos de rua levantados por imigrantes em situação de espera na capital francesa.

A prefeitura da cidade informou que 1.017 imigrantes do acampamento foram transferidos para abrigos temporários, incluindo 64 vulneráveis, como mulheres, crianças e menores desacompanhados.

De acordo com informações da Opinião e Notícia:

Autoridades locais dizem que esta operação foi o 35º despejo policial em acampamentos em Paris nos últimos três anos. Muitos dos estrangeiros sem teto são do Sudão, Somália e Eritreia e fizeram uma perigosa travessia pelo Mediterrâneo. Os estrangeiros entraram nos ônibus levando pequenas bolsas com seus pertences, antes das barracas serem destruídas.

Durante quatro meses, vários acampamentos de rua se desenvolveram na capital francesa, como o La Chapelle. Mas nenhuma solução concreta foi fornecida pelos serviços do Estado. Mais de 2 mil imigrantes e requerentes de asilo vêm dormindo nas calçadas do norte de Paris, sob condições escassas de água corrente. Eles não contam com chuveiros e têm acesso escasso a sanitários temporários. Médicos e grupos de ajuda humanitária falam em “condições sanitárias catastróficas”. A preocupação é que Paris se torne o “novo Calais”, acampamento de rua onde moravam 8 mil pessoas. Calais foi fechado há 18 meses.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter