Português   English   Español

Temperatura do Polo Norte está 30 graus Celsius acima do normal

Sim, está muito mais frio em grande parte do continente europeu do que no Ártico. Esta região no Pólo Norte está registrando o Inverno mais quente da história.

Enquanto as temperaturas na Europa estão caindo, no Ártico estão sendo registradas máximas anormalmente quentes para a região. E este simples fato está agravando as condições meteorológicas no continente europeu, que não só está sendo afetado por uma massa de ar do Ártico como por outra da Sibéria.

Durante o fim de semana, as temperaturas no Ártico registaram valores acima dos zero (0) graus Celsius em Cape Morris Jesup, de acordo com a estação meteorológica da Gronelândia. E as máximas chegaram a atingir os 6,1 graus Celsius, bem acima dos -10ºC que muitas cidades europeias têm experienciado nos últimos dias.

Por causa disto, onde seria de esperar uma espessa camada de gelo no Oceano Ártico, pode ver-se um extenso corredor de água na região Norte da Gronelândia.

Ainda não há dados suficientes que permitam concluir que este Inverno será o mais quente de sempre no Polo Norte, mas tudo aponta que sim. É importante lembrar que o mês de janeiro de 2018 bateu um novo recorde no que toca à quantidade reduzida de gelo nos oceanos.

Dados do Centro Nacional de Dados sobre Neve e Gelo mostram que janeiro registrou recordes negativos de cobertura de gelo tanto no Ártico como na Antártica, onde a área congelada é a segunda menor já registrada, a frente apenas de 2017. Combinadas, as duas regiões tinham uma área de 12,06 milhões de quilômetros quadrados cobertos por neve ou gelo, 1,36 milhão de quilômetros quadrados a menos que a média histórica, área maior que o território do Egito.

 

Com informações de: [Weather]

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter