Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Polônia acerta compra de mísseis dos EUA por U$4,75 bilhões

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Sistema de mísseis Patriot das Forças de Autodefesa do Japão, em Tóquio 29/082017 REUTERS/Issei Kato

A Polônia acertou com os Estados Unidos a aquisição do sistema de defesa de mísseis Patriot da empresa Raytheon por 4,75 bilhões de dólares para modernizar suas forças armadas.

O acordo assinado nesta quarta-feira (28) é o maior contrato de compra de armas da história da Polônia.

O presidente polonês, Andrzej Duda, declarou durante a cerimônia de assinatura do contrato:

É um momento extraordinário, histórico, é a entrada da Polônia em um mundo novo de tecnologia de ponta, armamento moderno e meios defensivos.

Membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a Polônia vem intensificando seus esforços para atualizar seus armamentos em reação à anexação pela Rússia da península ucraniana da Crimeia em 2014 e à assertividade militar e política renovada de Moscou na região. Dois terços de seu arsenal são dos tempos em que o país pertencia ao Pacto de Varsóvia, dominado pelos russos.

O pacto firmado nesta quarta-feira contempla quatro unidades de disparo de mísseis Patriot, e os poloneses estão negociando com Washington para comprar mais sistemas Patriot, um novo radar de 360 graus e um míssil interceptador de baixo custo em uma segunda fase de desenvolvimento.

“Realmente esperamos que Polônia agilize a Fase II. Eles têm um desejo expresso de completá-la até o final do ano”, disse Wes Kremer, presidente da Raytheon Integrated Defense Systems, à Reuters em uma entrevista por telefone antes da assinatura.

 

Com informações de: [Reuters]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email