- PUBLICIDADE -

Polônia enfatiza papel do papa João Paulo II na queda dos comunistas

Polônia enfatiza papel do papa João Paulo II na queda dos comunistas
- PUBLICIDADE -

Karol Wojtyla foi canonizado em 27 de abril de 2014 pelo Papa Francisco.

O governo da Polônia celebra, nesta segunda-feira (18), o centenário do nascimento do papa João Paulo II.

Em numerosas homenagens, missas, concertos e cerimônias, o papel do papa polonês na queda dos regimes comunistas na Europa Oriental recebeu um destaque especial.

Durante as celebrações, o embaixador da Alemanha na Polônia, Rolf Nikel, apresentou ao museu João Paulo II um fragmento do muro de Berlim.

Segundo a agência France-Presse, Nikel afirmou:

“Com este gesto, queremos agradecer à Polônia e a João Paulo II por sua contribuição à queda do Muro de Berlim.”

O primeiro-ministro polonês Mateusz Morawiecki classificou João Paulo II como um “compatriota magnífico” que “mudou o curso da história do mundo”:

“Graças a ele, graças ao Solidariedade [federação sindical liderada por Lech Walesa], o comunismo caiu e podemos construir uma Polônia livre ano após ano.”

Nascido em 18 de maio de 1920 e escolhido papa em 16 de outubro de 1978, Karol Wojtyla morreu no dia 2 de abril de 2005, no Vaticano.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -