Português   English   Español
Português   English   Español

Polônia mantém posição firme contra o aborto

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Após o referendo da última sexta-feira (25) no qual a Irlanda optou por legalizar o aborto, a conservadora Polônia ficou ainda mais em evidência na União Europeia.

Entre os eleitores do referendo na Irlanda, 66% votaram a favor da legalização do aborto, confirmando assim a perda de influência católica no país.

Já o governo da Polônia, liderado pelo partido conservador Lei e Justiça, estuda endurecer ainda mais a legislação nacional sobre o tema.

“Gostaríamos que a Polônia seguisse o exemplo da Irlanda, mas enquanto o país for governado pelo Lei e Justiça, isso parece muito distante”, afirmou à Agência Efe a advogada e ativista pró-aborto Karolina Wiekiewicz.

Na Polônia, o processo de secularização vivido no Velho Continente ocorre com menor intensidade, e a Igreja Católica está muito presente na vida diária e na política, especialmente após a vitória por maioria absoluta do partido Lei e Justiça nas eleições de 2015.

A legenda, que se define como guardiã dos valores católicos, propôs mudar a legislação para restringir os casos em que atualmente a interrupção da gravidez é permitida, seguindo uma iniciativa popular que coletou cerca de um milhão de assinaturas.

 

Com informações de Epoch Times

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: