Português   English   Español

Por que a grande mídia ignora ameaças do PT ao STF?

Por que a grande mídia ignora ameaças do PT ao STF?

A declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro sobre o Supremo Tribunal Federal (STF) foi amplamente divulgada pela grande mídia brasileira.

Quatro meses atrás, durante uma aula em um cursinho para aspirantes à Polícia Federal, Eduardo Bolsonaro fez um comentário do qual se arrepende.

Questionado por um estudante sobre qual seria a reação do Exército caso a candidatura do seu pai, Jair Bolsonaro, fosse impugnada sem nenhum motivo aparente, Eduardo respondeu:

O pessoal até brinca que para fechar o STF você não manda nem um jipe, manda um soldado e um cabo.

Mesmo com o pedido de desculpas público do deputado federal, o vídeo da declaração ganhou tração na reta final da campanha, passando a ser explorado por adversários e, principalmente, pela grande mídia.

Todos os programas jornalísticos da TV aberta brasileira deram destaque aos comentários de Eduardo. Eles estão fazendo seu trabalho. Afinal, a declaração é polêmica. No entanto, não vemos a mesma indignação dos jornalistas brasileiros quando o PT ameaça o STF.

Por exemplo, em abril, o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) disse que “tem que fechar o Supremo Tribunal Federal”, conforme noticiou o UOL.

Em vídeo de quase dois minutos, ele afirmou que é preciso “redesenhar” o Poder Judiciário e fez diversas críticas ao ministro Luís Roberto Barroso, que segundo ele “ajudou a colocar o presidente Lula atrás das grades”.

Menos de um mês atrás, no dia 1º de outubro, o petista José Dirceu afirmou que “primeiro, deveria tirar todos os poderes do Supremo e ser só Corte Constitucional”, segundo informações de 180 graus.

Como mostrou o jornal Estadão, em março de 2016, o ex-presidente Lula foi curto e grosso ao falar sobre o STF: “Nós temos uma Suprema Corte totalmente acovardada”.

Por que as principais emissoras de televisão do Brasil não repercutiram da mesma forma as declarações dos petistas?

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter