Português   English   Español
Português   English   Español

Porta-voz da Presidência diz que Greenwald cometeu crime

Porta-voz da Presidência diz que Greenwald cometeu crime
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O general Rêgo Barros, no entanto, não especificou quais fraudes Greenwald teria cometido.

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, disse que não há dúvidas de que o militante norte-americano Glenn Greenwald, editor e cofundador do site Intercept, cometeu crime na divulgação de mensagens privadas roubadas de autoridades brasileiras.

Em entrevista coletiva, um jornalista do UOL perguntou ao porta-voz qual seria o crime de Greenwald. O general respondeu:

“Há alguma dúvida do crime? Sobre o crime que foi cometido pelo jornalista? Por parte do presidente não há dúvida.”

Um repórter da Folha insistiu no questionamento. Rêgo Barros reafirmou:

“Repito: há alguma dúvida que houve cometimento de crime? Próxima pergunta.”.

Questionado novamente — desta vez por um jornalista da Globo — sobre qual crime havia sido cometido, disse que o presidente tem se pronunciado que o entendimento dessa ação de hacker “tem a intenção de atingir a Lava Jato, o ministro Sergio Moro, a minha pessoa [Bolsonaro] e tentar desqualificar e estabilizar o governo”.

O porta-voz disse que a invasão de celulares é “crime e ponto final” e que Bolsonaro “sequer” colocou em xeque a liberdade de imprensa.

Ao ser questionado se o jornalista atuou como hacker, Rego Barros disse que é preciso “entender o contexto como um todo”, e não deu mais detalhes, informa o site UOL.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!