Porta-voz diz que Bolsonaro não quer censurar filmes

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“O governo também não patrocinará filmes que atentem contra os valores éticos e morais”, afirmou o porta-voz Rêgo Barros.

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, afirmou que o governo não patrocinará filmes que “atentem contra os valores éticos e morais” da sociedade.

Em uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (23), Rêgo Barros acrescentou que o objetivo do presidente da República, Jair Bolsonaro, não é censurar filmes patrocinados pela Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Segundo o site G1, Rêgo Barros declarou:

“O presidente não censurará filmes patrocinados pela Ancine. No entanto, o governo também não patrocinará filmes que atentem contra os valores éticos e morais que são tradicionais na nossa sociedade.”

De acordo com o porta-voz da Presidência, o governo estuda transferir o Fundo Setorial do Audiovisual da Ancine para o Ministério da Cidadania, que herdou a estrutura do antigo Ministério da Cultura:

“O tema, sim, está em estudo pela assessoria jurídica do governo federal, especialmente aqui da SAJ [Subchefia de Assuntos Jurídicos].”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.