PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Lançado portal para pressionar senadores pelo fim do Estatuto do Desarmamento

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Votação popular do Senado Federal sobre a revogação do Estatuto do Desarmamento conta com quase 100% de apoio popular.

O Projeto de Decreto Legislativo 175/2017 é de autoria do Senador Wilder Morais (PP/GO) e tem apoio de nomes como Bené Barbosa, Joice Hasselmann, Fabrício Rebelo e dos movimentos Nas Ruas, MBL e Avança Brasil.

O projeto tem como objetivo convocar um plebiscito para que a população possa dar sua opinião sobre a revogação do Estatuto do Desarmamento.

Segundo informações obtidas no site oficial do projeto:

A verdade é que a consulta popular ocorrida em 2005, por meio de referendo, não foi respeitada.

A população votou a FAVOR da comercialização de armas de fogo no país. No entanto, o Congresso, apesar de autorizar o comércio de armas, restringiu o acesso dos brasileiros às armas de fogo. Para ter acesso à posse ou ao porte de armas no país, somos reféns de um instrumento burocrático e discricionário.

Assim, o brasileiro não tem direito ao que realmente interessa: ao direito de legítima defesa.

Os dados alertam para a ineficácia do estatuto do desarmamento. Ele, em nada, coibiu a ação das facções ou dos criminosos.

Vemos nas ruas o resultado disso: uma população desprotegida, uma polícia mal paga e em número reduzida frente às facções extremamente organizadas, que tem controle dos presídios e de comunidades com um exército armado.

O referendo merece ser respeitado. Mas nenhum mecanismo pode fazer isso tão rapidamente quanto a realização de um plebiscito.

O plebiscito é um instrumento previsto na Constituição Federal para que o povo possa manifestar-se sobre algum assunto antes da tomada de decisão pelos seus representantes no Parlamento. Desse modo, ao debruçar-se sobre a matéria objeto do plebiscito, os parlamentares estão vinculados ao resultado das urnas, de modo que um eventual descumprimento poderia, até mesmo, ser objeto de uma ação perante o Supremo Tribunal Federal.

Com o plebiscito, o Congresso é obrigado a dar uma resposta rápida e honesta para nós!

Você pode fazer sua parte participando da votação no site do Senado Federal e divulgando a iniciativa através da hashtag #FimDoDesarmamento.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.