Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Porto de Santos enfrenta resistência ao focar em ferrovias

Porto de Santos enfrenta resistência ao focar em ferrovias
Imagem: ANTF/DIVULGAÇÃO/JC
COMPARTILHE

Caminhoneiros temem desemprego com novo plano e se apresentam como principal empecilho ao projeto.

A Autoridade Portuária de Santos (SPA) divulgou, nesta segunda-feira (17), um plano de zoneamento que pretende nortear o crescimento do Porto de Santos, o maior do Brasil, pelos próximos 20 anos.

Batizado de Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ), o texto prevê o aumento da participação do modal ferroviário no transporte, além da reorganização espacial dos terminais, com agrupamentos por tipo de carga.

A proposta ainda prevê a expansão da capacidade operacional do porto em 49% até 2040. Dessa forma, o porto evoluiria dos atuais 161,9 milhões de toneladas para 240,6 milhões de toneladas, informa o jornal Folha.

Ainda de acordo com o plano, a proporção de cargas que hoje chegam aos terminais por vias férreas saltaria dos atuais 33% para 40% nos próximos 20 anos.

Apesar das melhorias previstas, o plano enfrenta resistência do Sindicam (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Autônomos), que realizou protestos na região portuária nesta segunda-feira (17). 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE