Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Portugal classifica decisão da Venezuela como ‘inaceitável’

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Portugal classifica decisão da Venezuela como ‘inaceitável’
Imagem: Reprodução/Twitter

Lisboa não ficou nada satisfeita com a decisão da ditadura venezuelana contra uma companhia aérea portuguesa.

O governo de Portugal reagiu, nesta terça-feira (18), contra a decisão da ditadura de Nicolás Maduro de suspender as operações da companhia aérea TAP na Venezuela por três meses.

Na última segunda-feira (17), Caracas suspendeu por 90 dias as operações da empresa portuguesa.

O regime chavista alegou que a companhia aérea havia permitido que o tio do presidente interino Juan Guaidó viajasse levando explosivos a bordo.

“Tudo isso é inaceitável, incompreensível e inadmissível”, declarou o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa.

Já o chanceler Augusto Santos Silva chamou a medida de “ato pouco amistoso com Portugal, um país com equilíbrio e capacidade para falar com todos”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email