Posse de Bolsonaro aproximou Israel e Hungria

Idiomas:

Português   English   Español
Posse de Bolsonaro aproximou Israel e Hungria
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A visita do primeiro-ministro de Israel ao Brasil para prestigiar a posse de Bolsonaro serviu como ponte para a aproximação das relações do Estado judeu com a Hungria.

“Enquanto estava no Brasil, encontrei o premiê húngaro e expressei a minha estima por seu forte apoio em fóruns internacionais na Europa”, disse o líder israelense Benjamin Netanyahu, em mensagem publicada no Twitter na tarde desta quarta-feira (2).

Assim como Israel é constantemente criticado por nações europeias de viés globalista, o governo conservador da Hungria é alvo constante de medidas retaliatórias pelos burocratas da União Europeia.

“Nós também discutimos uma visita do Grupo Visegrado (Hungria, República Checa, Polônia e Eslováquia) a Israel”, completou Netanyahu.

O Grupo de Visegrado é uma aliança entre quatro nações da Europa Central para fins de cooperação que vem sendo duramente criticada pela UE nos últimos anos.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque