Prefeito de Los Angeles culpa protestos por avanço do coronavírus

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Dois dias atrás, o prefeito alegou que não havia “nenhuma evidência conclusiva” mostrando uma conexão entre coronavírus e protestos.

O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, afirmou, na última quarta-feira (1º), que os protestos recentes estão contribuindo para o aumento no número de casos de coronavírus em toda a cidade. 

Garcetti, que é membro do Partido Democrata, estava falando em uma entrevista coletiva sobre os recentes protestos do Black Lives Matter quando lhe perguntaram se os atos estavam contribuindo para a disseminação do vírus.

O prefeito alegou ter consultado a Dra. Barbara Ferrer, diretora de saúde pública do condado de LA, e chegou a conclusão de que os protestos estavam de fato contribuindo para a disseminação do coronavírus.

Durante a entrevista, Garcetti declarou:

“Conversei novamente com a Dra. Ferrer sobre isso esta manhã. Ela acha que parte da propagação veio dos nossos protestos. Não é o ato de protestar — isso é uma coisa boa e americana de se fazer, independentemente da sua opinião — mas protestar sem manter o distanciamento físico, sem usar máscara. Seja em um protesto ou em sua casa, no local de trabalho ou nas compras, essas regras não mudam.”

Segundo a emissora FoxNews, o prefeito acrescentou:

“Acreditamos que há uma conexão, não acreditamos que todo mundo esteja fazendo isso com segurança e, sempre que possível, fique em casa.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.