Prefeito de Nova York parte para o ataque contra Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Bill de Blasio, prefeito esquerdista de Nova York, é um dos críticos mais ferrenhos de Trump. Agora, o democrata resolveu partir para o ataque contra Bolsonaro.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, chamou o presidente da República, Jair Bolsonaro, de “ser humano perigoso” e pediu que o Museu de História Natural da cidade não sedie uma cerimônia em que o chefe de Estado brasileiro será homenageado.

Bolsonaro foi escolhido para receber o prêmio “Personalidade do Ano” da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em seu jantar de gala, no dia 14 de maio, como noticiou a RENOVA.

Em entrevista à radio americana WNYC, De Blasio disse que se preocupa com os planos de Bolsonaro para a exploração da Amazônia, bem como seu suposto “racismo evidente” e sua “homofobia”.

“Esse cara é um ser humano muito perigoso. Eu certamente peço ao museu que não permita que ele seja recebido lá”, afirmou De Blasio.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.