Português   English   Español

Prefeito mexicano quer processar líderes de caravanas de migrantes

Líderes de caravanas da América Central devem enfrentar acusações criminais e ser responsabilizados pelos danos causados à cidade mexicana de Tijuana, disse o prefeito local.

Enquanto isso, milhares de imigrantes ilegais continuam atormentando a cidade de Tijuana, esperando atingir seu destino na fronteira entre México e Estados Unidos.

Membros do Povo Sem Fronteiras, um grupo de direitos de imigração conhecido por organizar várias caravanas de migrantes no México e na América Central, além de outros organizadores não identificados, devem ser processados, declarou o prefeito de Tijuana, Juan Manuel Gastelum, à emissora norte-americana “Fox News“.

Acusando o influxo de migrantes da América Central de agir de forma violenta e desrespeitosa com os moradores locais, Gastelum disse que sua presença na cidade “nos feriu”, registra a Sputnik.

O prefeito, que apoia a deportação de migrantes violentos, mais uma vez convocou o governo federal e o presidente recém-eleito para intensificar seus esforços para apoiar a cidade, que está lutando para acomodar cerca de 8 mil imigrantes que atualmente esperam que os EUA processem seus pedidos de asilo.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter