- PUBLICIDADE -

Premiê britânico denuncia ‘racismo vergonhoso’ contra judeus

Twitter acusa partido de Boris de mentir para eleitores
- PUBLICIDADE -

Johnson disse que os judeus britânicos não deveriam ter que suportar um "racismo vergonhoso".

O primeiro-ministro Boris Johnson, do Reino Unido, afirmou, neste domingo (16), que não há lugar para o antissemitismo na sociedade britânica.

A reação de Johnson ocorreu após a publicação de um vídeo nas redes sociais que mostrava um comboio de carros com bandeiras da Palestina passando por uma comunidade judaica no norte de Londres.

Com o auxílio de um megafone, os ativistas pró-Palestina transmitiram mensagens antissemitas: “Fodam-se os Judeus. Estuprem suas filhas!“. Confira o vídeo.

Em mensagem no Twitter, Johnson disse que os judeus britânicos não deveriam ter que suportar um “racismo vergonhoso”:

“Não há lugar para o antissemitismo na nossa sociedade. Antes do (feriado judaico) Shavuot, estou com os judeus do Reino Unido, que não deveriam ter que suportar esse tipo de racismo vergonhoso que vimos hoje.”

A violência entre israelenses e palestinos no Oriente Médio alcançou o seu pior nível em anos durante a última semana.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -